Pesquisadores do Estado de Sergipe no Enfrentamento da COVID-19

Nota técnica AMCS 01 sobre a pandemia de Covid-19 em Sergipe

AUTOR: Prof. André Maurício Conceição de Souza

Edição: 06/05/2020

A partir de dados sobre um Covid-19 no Estado de
Sergipe, fez uma análise detalhada de um conjunto de treze variáveis, algumas não exploradas no estudo do Covid-19 em Sergipe. Fica
claro os impactos dos
Decretos de manutenção ou flexibilização das medidas de distanciamento social. Foi precoce que o suspensão das medidas de distanciamento foi precoce e, neste momento,
passa por um período de descontrole da epidemia em Sergipe. Além
de um aumento
no número de casos, já esperado, temos tido um aumento substancial da taxa de ocupação de leitos hospitalares. Continuando como taxas
atuais, em pouco mais de uma semana, a quase totalidade de leitos hospitalares, incluindo de UTI estarão ocupados. Pode-se
concluir em nossas
análises que os decretos governamentais de manutenção ou flexibilização de quarentena tiveram impacto cerca de 5 dias após ser tomadas. Algumas
medidas para diminuir
a flexibilização foram tomadas na final da semana passada, portanto, devemos esperar seus impactos nestes dias. Dessa forma, será de grande importância a análise
das nossas variáveis nos próximos dias, pois mantidas
as taxas atuais, sugerimos um possível bloqueio no mínimo na capital de Sergipe.

Acesse a nota técnica: file:///C:/Users/maced/Desktop/ASCi/COVID-19/Nota%20Tecnica%20AMCS%2001.pdf

Asci.

Leave a Reply

Your email address will not be published.